Bromidrose: odor nas axilas e outros locais

Aprenda a resolver a bromidrose, popularmente conhecida como odor nas axilas e outros locais.
 
Neste artigo nós vamos apresentar quais são as principais causas da presença de odor em certas regiões do corpo, não somente nas axilas, e quais os tratamentos mais eficazes capazes de controlar completamente estes odores desagradáveis. Portanto, se você sofre com isto, este artigo será a solução para o seu problema!
 
Só quem sofre com o odor corporal sabe como é complicado resolver este problema. Algumas alternativas como aplicar um perfume ou desodorante no local para mascarar o cheiro, muitas vezes acaba agravando ainda mais o problema. O constrangimento é contínuo, o que faz o paciente se afastar do convívio social com medo de situações desagradáveis e piadas de mau gosto. Mas saiba que, se tratado corretamente, esta doença pode ser controlada e o paciente terá sua autoestima recuperada!
 
Para falarmos do odor expelido pelo corpo, precisamos falar, inicialmente, do suor.
 

Qual a relação entre suor e odor? O que é Bromidrose?

 
O suor é muito importante para nosso organismo, uma vez que tem a função de manter a temperatura do nosso corpo estável. No entanto, muitas vezes o suor vem com um cheiro forte e um odor terrível que incomoda bastante, chamado tecnicamente de Bromidrose.
 
A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) define a Bromidrose como “uma condição na qual a sudorese corporal vem acompanhada de um suor desagradável”.
 
É importantíssimo destacar que a transpiração, em excesso ou não, NÃO tem mau cheiro. Existem muitos locais do corpo em que o suor pode ter mau cheiro, mas todas elas vêm pela decomposição e resíduos produzidos pelas bactérias presentes no organismo que se alimentam do suor, em excesso ou não.
 
O chulé, por exemplo, ocorre por causa de inúmeras bactérias que se proliferam, principalmente em ambientes quentes e úmidos como no caso de sapatos fechados. Outro local comum são as axilas, pois essa região também costuma ser úmida, ideal para o desenvolvimento desses microrganismos. Isso ocorre, principalmente, porque nas axilas temos as glândulas apócrinas, que produzem um suor que contém muitos lipídios e proteínas que servem de alimentos para as bactérias. A virilha também é um local muito comum de ocorrer a bromidrose, por estar sempre coberta.
 

Como tratar a Bromidrose?

 
Como já dito, a sudorese é um prato cheio para a proliferação de bactérias, que gostam de lugares quentes e úmidos para se reproduzirem. Por isso a higiene é essencial na hora de tratar o mau cheiro. Os cuidados devem começar na hora do banho. Lave o local do odor com bucha e um sabonete antibacteriano. Você deve esfregar bem a área afetada. Depois, seque a região evitando que o local fique úmido.
 
A ausência de pelos ajuda o suor a evaporar com mais facilidade, diminuindo o odor causado pelas bactérias, já que ele é favorecido pela umidade que seria retida nos pelos.
 
Uma outra dica muito valiosa é o uso de um produto antitranspirante adequado para combater o suor, como o Odaban. Ele possui uma fórmula eficaz para combater a transpiração e, consequentemente, a bromidrose.
 
Isso ocorre, pois tratando e controlando o suor excessivo o paciente também estará tratando e controlando o odor, já que ele é gerado a partir das bactérias que se alimentam do suor. Logo, se não há suor, as bactérias não terão alimento e acabarão sendo eliminadas, eliminando também o odor.
 
Portanto, se você está cansado de sofrer com o suor excessivo, adquira logo o seu Odaban e dê um fim a este constrangimento! Acesse www.odaban.com.br e compre o seu em nossa loja virtual ou através de um de nossos revendedores espalhados por todo o Brasil o antitranspirante mais vendido em todo o mundo!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Posts Recentes

WhatsApp chat