Chulé na adolescência: causas, tratamento, orientações.

A adolescência é um período caótico tanto físico quanto mentalmente para os jovens e seus pais. Por isso, é comum que os adultos responsáveis aconselhem, recomendem e até repassem instruções relacionadas a higiene nessa faixa etária para vencer o “chulé na adolescência”. Mas, será que essa preocupação é realmente real?

De modo geral, os cuidados para adolescentes asseados envolvem banhos diários, escovar os dentes adequadamente, utilizar desodorante, pentear os cabelos e vestir roupas limpas, correto? O combate ao pesadelo do chulé nos calçados também tende a aparecer nessa lista de prioridades.

Principal causa do chulé na adolescência

No entanto, os especialistas argumentam que esse odor desagradável nos pés, oficialmente chamado de bromidrose plantar, não é algo único entre os adolescentes e jovens. A questão é que esse problema começa a se manifestar justamente nessa faixa etária.

Vale pontuar que o chulé é provocado pela interferência de bactérias em cima do suor. Na região dos pés, o suor é gerado pelas glândulas sudoríparas plantares, ou seja, elementos responsáveis pelo ato de suar a fim de manter a temperatura corporal dentro do padrão aceitável.

Em função dos hormônios no período da adolescência, essa produção de suor fica ainda mais forte e o chulé passa a ser sentido com mais frequência. De maneira geral, o problema não se concentra apenas no suor, que é um líquido sem qualquer tipo de cheiro e formado apenas por água e sais minerais.

O ponto central está nas condições as quais as pessoas submetem os seus pés diariamente. Por exemplo, a maioria das pessoa costuma trabalhar com calçados fechados, não é? E, geralmente, um expediente profissional dura cerca de oito horas por dia.

Ou seja, ao adotar calçados e meias por muito tempo, inclusive nos dias com altas temperaturas, a transpiração se torna se intensifica e não se permite a evaporação do suor. Além disso, a umidade encontrada nos sapatos contribui para a criação de bactérias, que são as verdadeiras responsáveis pelos cheiros desagradáveis.

Como diminuir o odor provocado pelo chulé nos pés dos adolescentes?

Os especialistas apontam que, para reduzir o odor, é necessário moderar a utilização de calçados fechados diariamente. Ou seja, se recomenda uma alternância entre os sapatos e que, quando um dos modelos não está sendo usado, que seja deixado em um ambiente arejado para que a umidade interna possa ser eliminado.

Normalmente, os adolescentes adoram utilizar os tênis nos seus compromisso, bem como alguns calçados sintéticos. O ideal não é usar constantemente apenas um sapato, esse revezamento nos pares é excelente por oportunizar que a umidade desapareça e não se transforme em um odor constrangedor.

Outro ponto é não reutilizar meias do dia anterior e secar todos os cantinhos dos pés e dos dedos dos pés ao sair do banho. Em determinados casos, é possível até adotar um procedimento com secador de cabelos para impedir que a umidade fique entre os dedos.

Mas, o que fazer com os sapatos que já estão afetados por esse cheiro ruim? A melhor solução é bastante lógica: lavar muito bem, mas não calçar prontamente. Veja se o calçado ainda tem algum odor, em caso positivo, deixe um tempo em um local arejado para que esse cheiro se dissipe totalmente.

E, obviamente, nada de colocar no pé qualquer tipo de calçado que ainda não está totalmente seco. Caso contrário, o chulé retorna não apenas na adolescência, mas em qualquer faixa etária.

Além disso, você ainda pode passar antitranspirantes nos pés e nos seus calçados. Não resolveu o quadro plenamente? Então, dá para borrifar os sprays antibacterianos e antifúngicos, encontrados facilmente em farmácias. Com esses cuidados simples, você consegue minimizar consideravelmente o chulé na adolescência.

Odaban Foot Power é opção para combater chulé na adolescência

Outra opção para as pessoas com esse problema é adotar a utilização do Odaban Foot Power, um produto importado com composição específica para acabar com qualquer rastro de cheiro ruim nos seus pés. Basicamente, esse item serve para absorver o suor, deixando o calçado sempre sequinho. E ainda evitar que essas bactérias voltem aos calçados.

As aplicações do pó nos calçados acabam com todos os resquícios desse problema, fazendo com que os pés tenham um cheiro normal no dia a dia. Mas, vale salientar que o Obadan é produzido para ser colocado somente sobre os pés, um item destinado também para atletas amadores e profissionais.

Felizmente, o produto não possui contraindicações por atuar somente na parte mais superficial da pele e não ocorre nenhum tipo de absorção na corrente sanguínea. Mas, você sempre pode consultar a opinião do seu médico para tirar qualquer dúvida.

A forma de utilização do Odaban Foot Power é muito simples e demanda somente um colher de chá, medida que vem acompanhando o produto. É preciso polvilhar uma colher do pé nos sapatos diariamente, sete dias de maneira seguidas. Seguindo todos os passos e pelo tempo determinado, os seus calçados e pés não sofrerão mais com esse pesadelo.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Posts Recentes

WhatsApp chat