O suor excessivo aparece nas áreas do corpo onde ficam concentradas um maior volume de glândulas sudoríparas. As axilas, mãos e pés acabam sendo uma das partes mais afetadas, e quem sofre com o suor excessivo nos pés, já deve ter percebido que alguns tipos de sapatos pioram a transpiração. Isto é, fazem com que a hiperidrose se manifeste mais rápido ao usá-los.

 

É importante saber quais tipos de calçados são os mais adequados para quem sofre desse problema. Por isso, nós preparamos duas dicas que vão te ajudar a amenizar a transpiração e diminuir os desconfortos na hora de usar aqueles calçados que você tanto gosta.

 

#1 Evite calçados de plástico

 

Os sapatos que contém o plástico como matéria prima principal são verdadeiros vilões para quem transpira muito nos pés. Eles são abafados, o ar não circula, e como consequência o suor não seca. Por conta disso, ele deixa os pés literalmente ensopados, o que pode levar a proliferação de bactérias, causando o famoso “chulé”. Por isso, a melhor solução é aposentar os sapatos de plástico e optar por outros tipos de materiais.

 

#2 Evite sapatos com base lisa

 

Com os pés molhados de suor, escorregar de vez em quando é normal. Mas os sapatos com base lisa, tornam uma simples caminhada em algo complexo, ainda mais se for na subida de uma rua, por exemplo. A melhor opção são os sapatos que tem palmilha antiderrapante ou que te deem firmeza aos pés.

 

#3 Evite usar os mesmos sapatos durante a semana inteira

 

Independente de qual tipo de sapato usá-lo inúmeras vezes pode ser prejudicial aos seus pés. Deixe seus sapatos em lugares arejados e faça um rodizio durante a semana.

 

Seguindo essas dicas simples, você vai amenizar o incômodo, e ainda vai conseguir levar uma vida mais confortável. Acesse www.odaban.com.br e conheça uma linha de produtos que vai acabar com seus problemas de hiperidrose.

Leave a Comment