Os danos da hiperidrose na vida social

Em condições normais, a transpiração é essencial para o corpo manter a temperatura interna do organismo regulada.  São vários os fatores que causam o suor: alimentos, exercícios físicos, medo, estresse, ansiedade, febre, e etc. É natural que isso ocorra. No entanto, quando suar se torna algo excessivo, é sinal de hiperidrose.
 
Estudos apontam que a hiperidrose acomete 1% da população brasileira e, normalmente, essa doença deixa o paciente desconfortável diante das adversidades do dia-a-dia. Dessa forma, eles ficam constrangidos ao cumprimentar alguém, ao fazer exercícios ou ao fazer uma prova, pois podem chegar a pingar suor das mãos no papel. A pessoa que sofre de sudorese excessiva costuma andar com um pano ao alcance, mas nem sempre isso ajuda. Em uma entrevista de emprego importante, quem sofre com o suor pode se sentir inseguro, excluído e desconcertado, uma vez que esse tipo de transpiração fica em bastante evidencia.
 
Outra situação que é comum ocorrer é, por exemplo, evitar dormir na casa dos amigos, por conta do suor excessivo noturno. É comum também evitar calçar sandálias ou chinelos com o receio que depois de um tempo, haja mal cheiro. A hiperidrose pode afetar e muito a autoestima e confiança
 
Para que as pessoas sofram menos com as consequências da transpiração em excesso, Odaban tem uma linha completa de produtos que combate e previne. Seguro, eficaz e fácil de aplicar!
 
Acesse www.odaban.com.br, garanta já o seu e viva com confiança!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Posts Recentes

WhatsApp chat