O suor em excessivo é prejudicial em tantos sentidos: na vida social, profissional, pessoal, assaduras no corpo, irritação na pele, coceira e até foliculite. Esse tipo de problema, denominado hiperidrose, pode afetar homens e mulheres de qualquer idade e em qualquer fase da vida. No entanto, existe um questionamento muito comum quando o assunto é sudorese: homens suam mais que as mulheres?

Especialistas e pesquisadores, dizem que SIM. Segundo o portal Hypescience, pesquisadores da Universidade de Osaka, no Japão, colocaram 37 pessoas, entre homens e mulheres para fazer o exercício de pedalada durante uma hora em uma bicicleta ergométrica. Durante esses sessenta minutos, foram medidas a temperatura corporal e a quantidade de suor das principais glândulas envolvidas no processo, incluindo a testa e as coxas.

O resultado foi que: as mulheres que fazem exercícios físicos regularmente apresentaram quase a mesma taxa de suor que os homens sedentários, com uma pequena superioridade. Já os homens que estavam em forma, começaram a suar antes e mais.

Logo, esses cientistas deduziram que a testosterona é quem incita maior atividade nas glândulas sudoríparas.

Lembre-se: suar é importante e é sinal de saúde. Fazer exercícios também é necessário para ter um corpo saudável. No entanto, se esse suor for excessivo, procure um dermatologista e use Odaban, um produto que contém a fórmula perfeita para tratar o problema.

Acesse www.odaban.com.br e saiba mais!

 

Leave a Comment