Por que o Driclor está proibido no Brasil?

Quando se fala em antitranspirante para controlar o suor excessivo, dois nomes têm se destacado bastante no mercado brasileiro: Driclor e Odaban.

Porém, o Driclor está proibido no país desde julho de 2018. Indicado no tratamento da hiperidrose, o antitranspirante era comercializado na embalagem rollon de 20 ml e 75 ml e, de acordo com as informações presentes no produto, os usuários podiam aplicar nas mãos, pés, axilas e demais áreas com excesso de suor.

Mas afinal, por que o Driclor foi proibido no Brasil? É sobre isso que vamos falar a seguir. Neste artigo exclusivo, você vai conferir também:

  • Driclor proibido no Brasil
  • Resolução da Anvisa
  • Risco para quem compra e para quem vende
  • Sofro de suor excessivo, o que posso fazer?
  • De olho no estresse
  • Qual é a melhor alternativa?

Driclor proibido no Brasil, por quê?

O suor excessivo, apesar de não ser uma doença grave, costuma causar bastante constrangimento no ambiente social e profissional. As roupas ficam marcadas e o uso de cremes e desodorantes acabam por manchar ainda mais os tecidos. Com isso, quem sofre de hiperidrose está sempre precisando de roupas novas, principalmente para o ambiente de trabalho.

Para resolver o problema, muitas pessoas passaram a buscar, principalmente na internet, soluções e produtos capazes de controlar a produção de suor. O Driclor costuma ser um dos produtos que apareciam como destaque.

Ele era vendido como sendo indicado para o tratamento da hiperidrose e áreas com transpiração excessiva. Importado do Reino Unido, Driclor ainda pode ser encontrado na internet, porém, a sua comercialização está proibida desde 31 de julho de 2018.

Resolução da Anvisa

O motivo da proibição foi especificada na Resolução Nº2053. O principal motivo foi o fato de que o produto estava sendo vendido sem o devido registro da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Logo, não se pode concluir a respeito da segurança e eficácia do produto.

A partir disso, a Anvisa determinou como medida de interesse sanitário que o Driclor tivesse a sua distribuição, divulgação e vendas proibidas em todo território nacional. A resolução determinou ainda a apreensão das unidades de Driclor que estavam em comercialização, porém, é possível encontrar o produto em alguns sites clandestinos da internet.

Risco para quem compra e para quem vende

De acordo com a Anvisa, quem vende produtos sem registro está cometendo um crime. Inclusive, é cabível prisão de 10 anos para quem realiza a vendas de forma irregular.

A Anvisa é uma agência reguladora e que fiscaliza os produtos de interesse à saúde. Por isso, é de extrema importância que todo consumidor se atente a essa informação antes de comprar um produto.

Os produtos sem registros são comercializados clandestinamente, sem que os mesmos tenham passado pela avaliação da Agência Nacional de Segurança Sanitária. Desta forma, não há qualquer tipo de conhecimento e informação que comprove sua segurança e eficácia para os tratamentos que são indicados.

Quem compra qualquer tipo de produto sem registro corre o risco de expor sua saúde e prejudicar seu organismo com substâncias não-testadas. Para um produto ser registrado, é preciso que a empresa fabricante apresente relatórios e estudos com informações técnicas a respeito dos componentes utilizados no produto. Tudo isso é primordial para que a Anvisa comprove a eficácia e ateste que se trata de um produto seguro, e que não irá colocar em risco a saúde dos usuários.

Em resumo, se Driclor não tem registro na Anvisa, portanto não tem teste de segurança e eficácia.

Sofro de suor excessivo, o que posso fazer?

Atualmente, há diversos tratamentos, inclusive estéticos, como é o caso da lipoaspiração, que suga as glândulas sudoríparas e até tratamento com o uso de toxina botulínica, que é feito com o uso de agulhas que irão aplicar a solução nas axilas.

Porém, para quem prefere uma alternativa não-invasiva, o uso de um bom antitranspirante oferece resultados bastante positivos.

Estima-se que cerca de 2% da população sofra com a hiperidrose, conhecida popularmente como suor excessivo. Em dias de calor sabemos que é normal nosso corpo produzir mais suor para manter a temperatura saudável para os órgãos.

Porém, quem sofre de hiperidrose acaba suando até em dias frios e mesmo sem realizar atividades de impacto. Amenizar essa condição depende de vários fatores. Você pode mudar a sua alimentação, optando por alimentos naturais, como frutas, verduras e legumes, além de beber muita água. Isso já irá ajudar o seu corpo e não transpirar de forma excessiva.

Vale ressaltar também a respeito dos tecidos, sendo o algodão uma das melhores opções para absorver o suor e não deixá-lo tão visível aos outros. Além disso, procure cuidar da pele realizando tratamentos de limpeza e desobstrução dos poros.

Faça, periodicamente, limpeza de pele e esfoliação em outras áreas do seu corpo que apresentam suor excessivo.

De olho no estresse

Com a rotina cada vez mais agitada, o estresse tem sido bastante comum entre as pessoas. Essa condição não prejudica apenas a nossa saúde mental, causando insônia, irritabilidade, ganho de peso, mas também pode fazer o seu corpo transpirar ainda mais.

Por isso, procure controlar melhor a sua respiração e faça atividades que permitam você se desligar um pouco da rotina. Caminhada, yoga, andar de bicicleta, ouvir música, entre outras coisas que podem deixar a sua mente mais tranquila.

Qual é a melhor alternativa?

Como falamos anteriormente, o antitranspirante é o produto indicado para quem quer tratar o suor excessivo sem precisar fazer qualquer procedimento invasivo. A melhor alternativa, inclusive ao Driclor, é o Odaban.

Testado e aprovado pela Anvisa, Odaban é líder de vendas e tem cada vez mais ganhado a confiança dos consumidores. Ele é considerado hoje o melhor antitranspirante, eficaz e com proteção garantida de 24 horas.

Além disso, Odaban também se destaca por ser indicado por dermatologistas, o que torna o produto ainda mais confiável em relação à segurança e eficácia.

O mais interessante é que, por ser em embalagem spray, Odaban pode ser utilizado em diversas partes do corpo, e não apenas nas axilas.

Quer saber mais sobre os benefícios de usar Odaban? Clique aqui e veja mais informações sobre o produto. 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Posts Recentes

WhatsApp chat