Próteses ortopédicas e suor excessivo: como cuidar

Provavelmente, você já deve ter se deparado com a história dramática do acidente envolvendo a delegação da equipe de futebol catarinense, Chapecoense, em novembro de 2016. Classificados para a final da Copa Sul-Americana, o clube fretou um voo até a Colômbia para a disputa da primeira partida, mas o destino jamais foi alcançado da maneira esperada.

A tragédia aérea comoveu o mundo inteiro e vitimou 71 pessoas entre jogadores, comissão técnica, funcionários do clube e jornalistas. Apenas seis pessoas sobreviveram: o jornalista Rafael Henzel, os jogadores Alan Ruschel, Jackson Ragnar Follmann e Helio Zampier Neto) e outros dois tripulantes (a comissária Ximena Suárez e o técnico da aeronave Erwin Tumiri). Henzel acabou falecendo em março de 2019.

Dos três atletas, Alan Ruschel foi o único que conseguiu retomar a sua carreira nos gramados. Neto se aposentou e virou diretor da Chapecoense, enquanto o goleiro Jackson Follmann foi submetido a amputação de parte de sua perna direita. Na época, ele reagiu bem a notícia e declarou aos médicos “prefiro a vida à perna. Vamos tirar isso de letra”.

A partir dessa fase, ele admitiu que passou a dar valor as coisas mais simples do dia a dia. “O fato de você conseguir colocar um calçado fechado, de você dar os primeiros passos, poder abraçar as pessoas que você mais ama em pé… essas coisas simples que realmente fazem uma diferença muito grande”, disse em entrevista ao Portal G1.

Hoje em dia, Follmann segue como embaixador da Chapecoense e até chegar a experimentar alguns esportes olímpicos, mas preferiu se concentrar em uma possível carreira musical. Afinal, ele venceu o programa musical “Popstar” no final do ano passado e mostrou nacionalmente como conseguiu dar continuidade a sua vida de maneira absolutamente normal e bem sucedida.

Importância das próteses ortopédicas no dia a dia dos pacientes

O fato é que o ex-goleiro é somente um dos diversos exemplos espalhados pelo território nacional de que é plenamente possível ter uma boa qualidade de vida com o uso de uma prótese ortopédica. Afinal, uma prótese é adotado para substituir um membro que precisou ser amputado, ou seja, retirado em um procedimento clínico por alguma razão.

Esses itens tendem a permitir que a pessoa passa ter um dia a dia bastante comum, realizando a maioria dos afazeres habituais. Por exemplo, Follmann já declarou que

consegue caminhar e até correr em uma esteira sem problemas e até participou de um jogo comemorativo. Portanto, a prótese é uma forma de assegurar um cotidiano sem limitações para o seu usuário.

Além disso, a tecnologia aplicada nesses equipamentos está avançando consideravelmente nos últimos anos, concedendo mais conforto, mobilidade e segurança para as pessoas que necessitam desse tipo de suporte. Apesar disso, qualquer um que conte com um prótese diariamente necessita tomar alguns cuidados diários.

Por acaso, você já parou para pensar na relação entre próteses ortopédicas e suor excessivo? Infelizmente, os pacientes com tendência para suar além do habitual precisam realizar algumas ações para manter a integridade física e mental visando a máxima comodidade durante a utilização da sua prótese.

Isso porque o suor e a umidade são considerados inimigos para os elementos que formam a estrutura básica das próteses, já que esses dois agentes causam a oxidação e até ferrugem. E, sem dúvida, o excesso de transpiração nessa parte pode resultar em algum odor e problemas na pele. Por isso, a atenção deve ser redobrada, principalmente, nos dias de verão.

Como lidar com próteses ortopédicas e suor excessivo?

O acompanhamento médico e dermatológico é uma boa alternativa para que essa questão do suor excessivo com a prótese ortopédica não se torne um problema grave no cotidiano. Além disso, há algumas ações simples que podem ajudar a evitar essa complicação.

Higienização e limpeza

A higienização é extremamente relevante para que a prótese não se torne algo desconfortável, além de impedir o surgimento do mau cheiro. Portanto, para limpar qualquer secreção na prótese utilize toalha ou mesmo uma esponja com água e sabão preferencialmente neutro ou um antisséptico. Faça esse procedimento de maneira delicada e, caso esteja em dúvida sobre a mistura para a higienização, basta conversar com o médico de confiança.  

Encaixe

O encaixe também necessita de uma atenção diferenciada. Isso porque o item demanda uma limpeza diária com uso de água, sabão neutro ou um pano úmido com solução antisséptica. Permita que o encaixe seque totalmente e, se possível, aplique um pouco de talco. Mas, se lembre de não deixar no sol porque pode sofrer deformações.

Uso de antitranspirante

A questão é que o suor é algo comum e até necessário para o corpo humano, uma vez que é uma forma de manter a temperatura controlada. Todavia, as pessoas que utilizam as próteses não podem lidar com suor em excesso no encaixe.

Nesses casos, a adoção do antitranspirante Odaban também é uma opção para minimizar os efeitos da sudorese. Já que o produto conta com uma posição capaz de oferecer comodidade e segurança para o dia a dia. Você pode conhecer toda a linha de produtos da Odaban no site oficial!\

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Posts Recentes

WhatsApp chat